24/out/2012

Soluções de comunicação com os surdos para o mercado corporativo

O ProDeaf, da Proativa, traz novas ferramentas que podem reduzir em até 10 vezes os investimentos em acessibilidade 

O ProDeaf, plataforma inédita de comunicação com os surdos, desenvolvido pela Proativa Soluções em Tecnologia, lança novas soluções de tradução simultânea do português para a Língua Brasileira de Sinais (Libras) para o mercardo corporativo. Entre as novidades, traduz conteúdo de qualquer vídeo corporativo e website, interpretado por um personagem animado 3D. Para o usuário ter acesso ao conteúdo em Libras, basta que ele selecione o texto que deseja ser traduzido.

Caso o conteúdo da página seja alterado, o ProDeaf se adapta à mudança automaticamente. Isso pode significar a redução dos custos em acessibilidade para os surdos em até 10 vezes, já que, atualmente, quando uma empresa precisa promover algum conteúdo no site, por exemplo, ele é disponibilizado através de vídeo, gravado em estúdio. “O problema é que as gravações saem caras, pois é necessário alugar estúdio para a filmagem, câmeras, atores, intérpretes de Libras e equipamento de iluminação para uma produção de qualidade”, explica o cientista da computação Lucas Mello, um dos criadores da plataforma.

Com o ProDeaf, completa Mello, não será necessário novas gravações para cada conteúdo novo, é tudo automatizado. Assim, o programa oferece um uma solução viável para as instituições “obedecerem” a lei e atingirem um gigantesco mercado. Isso porque os decretos 5.296/2004 e 5.626/2005 determinam que os órgãos públicos e empresas prestadoras de serviços públicos, além dos Serviços de Atendimento ao Consumidor (SAC), devem prestar atendimento prioritário e individualizado aos deficientes. “Os surdos, em especial, devem ser atendidos em Libras”, lembra.

Outro criador da plataforma, João Paulo Oliveira, diretor de negócios da Proativa, lembra ainda que pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010, contabilizou cerca 9,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva no país. Mas, apesar da comunidade possuir uma língua própria, oficialmente reconhecida pelo Governo do Brasil, a Libras, ela não possui nenhuma relação com a língua portuguesa, “prova disso é a Federação Nacional para a Educação e Integração dos Surdos (FENEIS) estimar apenas 7% dos surdos brasileiros capazes de entender perfeitamente o português”, explica.

Lucas Mello e João Paulo Oliveira, da equipe do ProDeaf

Isso porque, ao contrário do que muitos podem supor, as línguas de sinais não são meramente intuitivas, nem partem de sinais de mímica. Elas possuem códigos com o mesmo nível de abstração dos idiomas, com sintaxe e regras gramaticais próprias. “A diferença principal para uma língua falada, como o português, é que as unidades léxicas são articulações espaço-gestuais, ao invés de fonemas. Obrigar os surdos a se comunicarem em português é semelhante a obrigar os brasileiros a se comunicar em idioma estrangeiro, além de ser, em certos casos, entendido como um desrespeito à cultura surda”, esclarece o diretor.

A equipe do ProDeaf é integrada por cerca de 10 profissionais, entre cientistas da computação, designers, programadores, linguistas, além de surdos, que ajudam o grupo no entendimento da Libras, iniciou o desenvolvimento do projeto, em 2010. Entre as prospecções do grupo, atuar em todo território nacional, onde a Libras é oficial. Para o usuário comum, está desenvolvendo aplicativo para celular e editor de sinais, com previsão de lançamento até o final deste ano (2012). Entre as premiações, o projeto já foi vice-campeão mundial da Imagine Cup 2011, da Microsoft, campeão do prêmio Ciab, da Federação Brasileira de Bancos (Fenabran) e campeão do prêmio da Wayra Contest, na Campus Party Recife 2012.

COMO FUNCIONA: Tradução do conteúdo de qualquer website para Libras – A figura, acima, ilustra uma aplicação da tecnologia do ProDeaf num site de banco. A página exibe informações sobre crédito responsável, que contém informações de difícil entendimento para um surdo. Assim, para ele visualizar o conteúdo em Libras basta que ele ative o modo Libras (clicando no botão apontado pela seta 1 da figura). Uma vez que o site esteja no Modo Libras, basta clicar no parágrafo que não conseguiu entender (seta 2 da figura). Automaticamente, será aberta uma janela ao lado do parágrafo clicado, apresentando o conteúdo em Libras através de um personagem animado 3D, de modo que o texto possa ser completamente compreendido por ele.

 

 

Postado por Maíra Passos

Compartilhar

2 comentários para “Soluções de comunicação com os surdos para o mercado corporativo”

  1. Pedro Ivo:

    Eu surdo, não gostar. Falta muito palavra. Gostei mais Hand Talk.
    Quer você baixar, acesse http://www.handtalk.me/app

  2. JULIANA GONÇALVES VIEIRA:

    EU SOU SURDA MUDA GOSTARIA DE RECEBER MENSAGENS PARA ENTENDER MELHOR ESSA TECNOLOGIA DE EDUCAÇÃO PARA SURDOS. AGUARDO CONTATO!
    27997169381

Deixe seu comentário